Handebol de Balneário conquistou prata e bronze no Brasileiro

Divulgação.
O handebol feminino foi vice campeão e o masculino bronze no brasileiro escolar.
O handebol feminino foi vice campeão e o masculino bronze no brasileiro escolar.

As equipes de Balneário Camboriú que representaram Santa Catarina no Campeonato Brasileiro Escolar, que terminou quinta-feira em Guarapari, alcançaram o pódio nos dois naipes: o feminino representado pelo colégio estadual João Goulart voltou vice-campeão e o masculino (colégio Unificado) ficou com a medalha de bronze.

Os campeões de cada naipe irão representar o país no 24o Mundial Escolar, ano que vem, em Qatar.

O feminino jogou seis partidas, ganhou cinco e na decisão perdeu por 5 pontos para São Paulo (25x20). As paulistas conquistaram o bicampeonato.

O masculino também jogou seis partidas, ganhou cinco e perdeu para Piauí (campeão 2016) na semifinal. Disputou o bronze com São Paulo e ganhou por um ponto (24x23).

“Foi um grande evento, muito bem organizado, nível técnico excelente”, conferiu o técnico Luís Carlos Pinto.

O técnico do time feminino Gerson Cabral disse que na final encontrou um adversário muito forte, o Pinheiros, com jogadoras grandes fisicamente, que entraram em quadra como francas favoritas.

“Conseguimos surpreendê-las no início do jogo, no entanto elas passaram à frente e terminaram o primeiro tempo em 11x10. Na segunda etapa até a metade conseguimos manter o jogo equilibrado. Mas dos 18 minutos em diante elas tomaram vantagem, jogadoras muito altas, abriram o placar que mantiveram na frente até o final. Nós estamos contentes porque nossa equipe foi competitiva, jogou muito, manteve regularidade, e terminamos entre as melhores do país na idade de 17 anos”, disse Cabral.

A FMEBC pagou as inscrições das duas equipes e as passagens aéreas do time femininao que representa a fundação em competições estaduais.

O time masculino joga pelo Unificado. 

"Ainda estamos pagando as prestações das passagens...fizemos pedágios e mendigando bastante...nosso handebol é 99% abnegação" comentou Jefferson Andrade, pai de um jogador do time masculino.

Sexta, 8/9/2017 8:31.



Voltar